sábado, 8 de março de 2014

Acabei de vê uma piadinha que falava de um menino que brincava de esconde-esconde e como não o encontraram, ele morreu de fome e sede no seu esconderijo.

Na vida real, sem piadinha, tem pessoas que se escondem de tais formas em si mesmas, que se não aparecer um explorador sagaz e amoroso, morreriam solitárias e da inanição do amor, uma vez que o amor-próprio não tem o nutriente e a vitamina capaz de salvar alguém.

==


Covarde é quem paralisa ao sinal do primeiro incômodo, imagina você que não chega nem a tentar.

Nenhum comentário: