domingo, 30 de novembro de 2014

Você convive com quem não quer, como o que não gosta, faz sexo com quem não ama. Por que isso? Acha que morrer é só quando o coração para de bater? Se encontre, se reinvente e não aceite viver num mundo de mentiras.

==

Lidar com certas pessoas é como tentar fazer carinho num porco-espinho. Se não for com jeitinho não tem convivência.

sábado, 29 de novembro de 2014

Quantos amores represados?
Quantas pessoas a espera desse transbordamento?

==

Não queira entender o amor. Ele é parte de um mistério, é um enigma que não podemos decifrar. Ele nos transforma em portadores de seus atributos e nossa subordinação nos eleva o pensamento e os sentimentos, induzindo-nos a viver com mais intensidade e prazer.


Não é bonita a ideia de que Deus só criou o amor para fundi-lo com nossa alma e nos fazer a sua mais completa criação?

sexta-feira, 28 de novembro de 2014


Você confunde medo com dúvida. Você quer sim, mas você é covarde.

==

Perdoar o outro para não...
Perder o ar que respira!


Pode até ser, mas o perdão não é um desejo, é um acontecimento, né?

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Coce o céu da própria boca, pronuncie palavras de amor, assovie uma canção romântica e sua língua será usada num beijo mágico que anunciará muito mais que sexo.

==


O salto de seu tamanco direito está baixo, gastou demais. Assim como desgastou o seu relacionamento com esse homem que a senhora não ama mais. Jogue o tamanco no lixo e  mande o homem embora, pois não há necessidade de a senhora continuar mancando e balançando a bunda por aí denunciando uma carência desgraçada.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

...Então a gente tenta se entreter molhando a plantinha, brincando com o cachorrinho, assistindo filmes, navegando na internet e saindo com os amigos, mas choramos caladinhos porque tudo isso são paliativos que não suplanta a falta daquela companhia exclusiva que queremos chamar de  amor, não é?

==


A vermelhidão do seu rosto deve se justificar na sua coragem de ter dado sua cara à tapa por um amor que não vingou, nunca pela vergonha de ter negado viver um amor.



terça-feira, 25 de novembro de 2014

Mal-aventurados aqueles que, exercendo em demasia a arte da paciência, diminui vida diante da já curta vida.

==


Se arranhão de alma aparecesse, pareceríamos uma zebra, né?

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A vida oferece tantas aventuras e você resignado na mesmice que não oferece vibração, mas também não machuca, não é?

Por que você não experimenta e arrisca?
 
==


Querer é uma coisa, querer de verdade é outra; você só não tem o que não quis de verdade.

domingo, 23 de novembro de 2014

Quem não tem amor, docilidade e caráter não gera feromônios.

==


No inferno não há ninguém, pois o único pecado é amar.

sábado, 22 de novembro de 2014

Por mais que nos permitimos discutir as nossas dores abertamente ao mundo, fica algo só nosso que não pode ser compartilhado. O que não pode ser dividido é justamente o que chamam de dores profundas. É assim. Temos que saber conviver com a tristeza que não aparece no nosso rosto

==

Eu quero ser o lugar bonito para você viver em paz.


==

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Tanta coisa deixada para um depois que não vem.

==

Hora de fazer as malas e dizer:

“ Basta de você”

Pela consideração do que já foi vivido um dia , não chegue ao ponto de ter que dizer:

“Bosta de você”

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Dores necessárias são revestimentos que impedem as pessoas de sentirem dores que não beneficiariam.

==

Fazer o bem que quiser e não o que bem quiser, né? 

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Brigas e discussões não, mas desentendimentos esporádicos, porque o amor às vezes implora por mais amor e nesses lampejos de excessos de sentimentos a pessoa se perde um pouco.

==

Os outros são reflexos nossos. Nós somos o problema. Simples assim.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Você tem um vazio que não sabe preencher; eu tenho um vazio que não sei preencher, mas nós dois juntos preencheríamos o vazio um do outro.

==

Ter que se explicar? Não é mais humilhante para quem exige a explicação?

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Nessa vida podemos ser abandonados e injustiçados e nesses momentos poderíamos ser refugiados no próprio amor, no entanto não nos amamos o suficiente e sofremos mais do que o necessário quando não encontramos um abraço amigo para nos envolver e consolar.

==

O ciúme não é, o ciúme são.


O ciúme é a união da insegurança, egocentrismo, fraqueza e  da possessividade. 

domingo, 16 de novembro de 2014

Alguém me querer por querer sabendo-se incapaz de saber o que fazer comigo? É preciso ser uma mulher passional demais, louca demais, intensa demais, mas que seja incapaz de contaminar um amor com todos os seus excessos.

==

Existe homenagem maior do que ser amado por alguém?


==

sábado, 15 de novembro de 2014

Nada de stand-by. Há momentos em que devemos nos desligar na tomada.

==

Há momentos em que devemos dizer exatamente o que alguém precisa ouvir e não a verdade.

Um homem que tem sensibilidade sabe mentir uma verdade.

Não devemos confundir fraqueza com franqueza.


==

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Excesso de coragem ou um medo enorme agindo de maneira desgovernada?

==

O que lhe decompõe antes da morte física?

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Preservar a alma e o corpo?
Não vivendo?

==


Somos seres em estado bruto, só depois de lapidados pelo amor nos tornamos humanos.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Eu não tenho e nem quero, mas irei procurar até não encontrar. Minha profissão é buscar.

==

Livre-se do que já não floresce. A nova semente deve ser jogada.


Cadê o fruto novo da paz?

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Dê-se de verdade, de corpo e alma, sem restrição nenhuma. O sentido prazeroso do estar vivo é o amor manifesto.

==


Teríamos nós, como um avião, uma caixa preta que revelará um dia todos os nossos segredos inconfessos?

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Tudo pode ser por enquanto, mas muita coisa se renova para tapear a efemeridade.

==


Se do jeito que está você sente corroído da mesmice, qual o motivo de sua dificuldade de chutar o balde e ver no que vai dar?

domingo, 9 de novembro de 2014

Parece ódio, dor ou pavor, mas é a apenas a fisionomia de alguém que carregava mito amor dentro de si e agora se contorce com espasmos de decepção antes de render à realidade do fim motivado por negligência, abandono ou desrespeito.

==

Por que você aceitar trocar balas e se ferir numa guerra sem finalidade?

sábado, 8 de novembro de 2014

Se você não alugou sua bunda, o porquê de ter que suportar mediocridades e pessoas superficiais?

==


Se você deu pouco ou deu muito, não importa, mas você não pode é deixar estampado na testa que é sem-vergonha, entende?

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Que a soma dos meus amores associados com minhas perdas e dores, conhecidas com(“valeu á pena”) dê sempre o total de “ainda acredito”

==

Não odeie aquele que mesmo lhe prometendo amor eterno, foi embora de verdade, mas lhe deu condição de tentar de novo com outro.


Que tal ficar mais atento para aquelas pessoas que nos abandonam sem irem embora?

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Todos carregam um saco pesado nas costas no estradar da vida. Alguns levando o saco de ressentimento, outros, o saco de remorso e alguns outros que capengam mais, carregam o saco vazio, mas há um ou outro que vai indo desenvolto e cheio de maleabilidade, carregando o saco cheinho de amor.

==


Olhar para frente. Saber que esteve lá em sonhos, relembrar as pegadas deixadas pelo caminho durante o sono e ir de verdade.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

O homem foi educado para gerenciar o lar, não consegue, se confunde e atabalhoado acha que pode gerenciar o que ninguém pode, o amor.

==


Não culpe ninguém. O que falta mesmo é disposição e coragem para você sair da mediocridade.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Amor não é corrompido por nada. O que corrompe o amor é querer dosá-lo, como se faz com um remédio. O amor não é uma doença. Ninguém morre do excesso de amar. Morremos é de medo, insegurança e por covardia amamos pelas beiradas. Amar menos como remédio para um amor não acabar não é loucura? Não é matar um amor que vibra?

Nosso amor vai acabar porque eu te amo muito, é isso?

==

Chegar? Estrada certa? Se está o gostoso o caminhar...

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Deve ser terrível morrer, quando se tem a consciência de que está perdendo uma vida que não foi vivida. Morrer morto dói mais!

==

Tristeza nem sempre vem à revelia, tem algumas que parece que insistimos para que venha.

Que coisa sádica e masoquista essa que cutuca a alma da gente?


==

domingo, 2 de novembro de 2014

A ansiedade e as nossas crises melodramáticas nos tornam vazios, pois trocamos o tempo presente por um já consumido ou por outro que nunca existiu.

A sensação do impossível é o que nos faz mal.

==

Esperar confiante a hora certa e conformar com o hoje que não queremos e com o amanhã sem garantia?

A resignação faz a gente esperar cair do céu algo que poderíamos adquirir se não usássemos essa palavra para esconder nossa preguiça e nossa covardia.

Esperança, resignação e covardia devem ter o mesmo significado.

... E se arriscássemos a vida que não faz bem, mas não mata, pela vida plena?


==

sábado, 1 de novembro de 2014

Em alguns casos não é porque deixa de acontecer por si só que perde a magia e o encanto.

Quase sempre a espontaneidade e a naturalidade é a melhor maneira de as coisas acontecerem, mas às vezes, não forçando a barra, claro, talvez seja necessário um empurrãozinho e uma forcinha a mais.

==

Querer o suprassumo de tudo, mas sem deixar de gozar as delícias da felicidade simples.

Atingir o ápice se der, mas saborear os prazeres e dores do “até onde foi possível”, entende?


==