sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014



Eu?
Eu sou aquele que contempla as estrelas, fica completamente absorto pensando num grande amor, enamora a lua e chora de emoção com tantos pensamentos bons.
Eu sou aquele que vende a imagem de mulherengo e não passa de o homem mais apaixonado do mundo.
Eu sou aquele que acha que não existe orgulho quando se implora para um grande amor não ir embora.
Eu sou aquele ingênuo que se entrega completamente num grande amor e imagina que é amado de forma recíproca e que por isso esse amor será eterno.
Eu sou aquele que acha que por um grande amor, mesmo sem dinheiro, se pode mudar de cidade, largar o previsível e o mais ou menos seguro e encontrar uma Amélia no século XXI.
Eu sou aquele que acha impossível alguém trocar qualquer coisa, mesmo milhões de reais por uma paixão.
Eu sou aquele que com a mulher amada faz sexo em câmera lenta e vai na velocidade 5 do créu se a circunstância pedir.

==

viver por viver
respirar e comer
ai, ai, dá não
se estou aqui
vou por pra derreter
fazer acontecer

==

um olhar terno e sensível
mas que não se fixa em mim
uma boca sensual e risonha
mas que não me beija nunca
um cabelo sedoso e brilhante
mas que não emaranha aos meus
uma pele que reluz em cada poro
mas que não cola na minha
braços meigos e poderosos
mas que não me apertam num abraço
peitos de peras todo empenadinhos
mas que não acendem por mim.
ela, ser imprescindível, meu desejo
eu, “gente boa”, seu nada.

==