sábado, 15 de fevereiro de 2014

Se não for para se entregar por inteiro...

Entregar, sorrir e amar sem limites correndo o risco de machucar, chorar e sofrer, mas...e daí?

==

Quantas pessoas sofrem por coisas estranhas e dizem por aí que sofrem por amor.


Relembrando uma música, eu diria: Estou falando de amor e não da sua doença!