domingo, 23 de fevereiro de 2014

Na ânsia de aproveitar tanta coisa boa que a vida oferece, nos fragmentamos para não perder nada, e por falta de intensidade por não estarmos mais inteiros, gozamos parte de prazeres e morremos sem viver o ápice de alguns deles.

==


Solte as amarras e perceberás como o amor vivia acontecendo.