segunda-feira, 2 de junho de 2014

A garota de programa


A garota de programa existe para satisfazer o desejo físico de quem não quer se comprometer com uma piranha clássica.

A garota de programa existe para satisfazer o desejo físico de quem não tem a capacidade de conquistar uma mulher que não vende o seu corpo, mas que só transa se sentir alguma coisa diferente da simples entrega do corpo.

A garota de programa existe porque tem mulher que sabe assumir que não é possível um amor normal com o desejo desenfreado do sexo.

A garota de programa existe porque sabe que velha de programa é o último recurso.

A garota de programa só existe enquanto não aparece aquele que também desnuda o mais íntimo de seu ser.

A garota de programa, a prostituta, ou seja lá como são chamadas, são seres humanos que optaram, na maioria das vezes, não por falta de caráter, mas por falta de opção, oportunidade e respeito de muitos de nós, por uma maneira um pouco sádica de ganhar dinheiro para sustentar a sua vida e a de muitos que dependem delas.

A garota de programa geralmente é uma pessoa dócil, delicada, bem humorada e, apesar da vida que levam, acabam por ensinar que a felicidade é uma questão mesmo de temperamento e não condicionada ás contingências da vida.

Eu nunca transei com uma mulher que assumisse que fosse garota de programa, mas eu não sei dizer por que, eu gosto delas.


Gostaria que isso fosse considerado como minha homenagem e que cada uma delas encontrasse alguém para amar de verdade e ser o maior programa da vida de alguém.