domingo, 7 de setembro de 2014

Andamos tão carentes que ainda emocionamos com aquele “eu te amo” desacompanhado de atitudes que o ratificaria.

==


Eu mergulhei de cabeça e quase quebrei o pescoço porque não poderia imaginar que existisse amor raso, foi isso.