terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Que é comum alguém oferecer o que não tem, eu sei, mas acho tão estranho alguém receber o que não existe.

==


Pressa de que? E se o atalho for perder o melhor da estrada?

Nenhum comentário: