sexta-feira, 12 de junho de 2015

Antes do amor a vida é calma e tranquila, mas trocamos tudo pela turbulência que provoca uma vibração na alma motivada pela sensação do estar apaixonado.

Paz é amor? Sim, mas o amor consolidado, aquele mesmo que era uma paixão e que foi transformado e não extinto.


==

A gente tem boa intenção, a gente quer o amor, a gente cuida, mas a gente se esquece de que fazemos isso por nós mesmos e não pelo outro. Sendo assim, por mais que façamos, fica algo fundamental que o outro não absorve e que é vital para sermos acolhidos de verdade no coração do outro.


Choramos e culpamos o outro de oportunista e mentiroso, mas nem sabemos que nunca o amamos de verdade.

Nenhum comentário: