segunda-feira, 8 de junho de 2015

Enlouquecendo por um amor que já foi

Preso a um punhado de tristeza
Amo quem não mais existe
Sei que estou a caminho da loucura

==

A fonte secou

Sede saciada na sua boca
Boca que não mais me pertence
Últimas palavras de um desidratado


Nenhum comentário: