sexta-feira, 24 de julho de 2015

Não existem sonhos perdidos. Existe aquele amor e aquele sonho particular que não se realizou. Novos sonhos. Novos amores.

==


Mal-aventurados aqueles que, exercendo em demasia a arte da paciência, diminui vida diante da já curta vida.

Nenhum comentário: