sexta-feira, 13 de março de 2015

Não é amor?
Venha me dizer o que você quer
Nâo é amor, é amor, o que é?
Viver na dúvida é tão ingrato
Solte as amarras e deixe claro
A incerteza ganha consistência
Uma hora o pouco se perde no tempo
Venha me dizer o que você quer
Não é amor, é amor, o que é?
Viver sem um grande amor é tão pouco
Pra que só sobreviver?
Não quer intensidade, movimento?
O porquê de ociosidade de sentir
Venha me dizer o que você quer

==
=