domingo, 12 de julho de 2015

Até na prostituição se tem um compromisso. Vende-se o corpo pelo preço tal. Há quem viva num relacionamento sem compromisso e não cobra nada por isso, aí não sei que nome que se dá.

==

Eu também tenho minha culpa. Eu inventei você.

Apenas o que é verdadeiro é o que sobrevive do meu lado. Se você sumiu, você nunca existiu. 

==

Quanta ladainha, mediocridade e lengalenga. 

Onde estão as pessoas interessantes, pelo amor de Deus?

==

...E você aí na rotininha sem-vergonha de sempre, né?

Tem certeza que tá bom do jeito que tá?