domingo, 15 de novembro de 2015

Seu “amor” é seu “amor’ ou uma droga que você precisa usar, mas que agora não sabe mais lidar com uma dose apropriada? Quem ama não tem dependência. Um dia essa pessoa não é tão solícita e você sofre com a pouca quantidade que você precisa para se encontrar. Procure um psicólogo ou alguém do ramo mental. Não machuque quem não merece.

==

Infarto poderia resolver com safena e stent, mas não, foi algo parecido cardiomiopatia de Takotsubo. Sem ela meu coração partiu.

Eu morri!