terça-feira, 24 de maio de 2016

Minha prima gosta de jiló e detesta pinha; eu gosto de pinha e detesto jiló. E aí?

A pinha e o jiló são; eu e minha prima, também.

Entendeu? Nem eu!

Se penetrássemos, em sumo, ou no sumo do jiló e da pinha seríamos menos controversos?

Como assim?

Sei lá!

==

Você faz o que não quer, relaciona com quem não quer, mas a grande tragédia é saber disso e não ter a coragem de reverter o quadro, né?

Talvez vivamos menos ou tenhamos um fim solitário, mas fazer o que se bem quiser agora. E ponto!

==

Tentando aqui, depois que ela se foi, me apegar a todos os defeitos dela, mas a filha da puta tem tanta qualidade que sobressai que o saldo demonstra que a desgranhenta era fantástica mesmo.

Sem consolo e paliativo, não dá pra tapear. Tô sofrendo com força, sô!

==

Quer ser (de) alguém na vida?

==



Nenhum comentário: