sábado, 21 de maio de 2016

Outro dia fazendo uma corrida, num determinado momento achei que não aguentaria mais continuar, aí um senhor mais velho que saiu do mesmo ponto de partida, me ultrapassou e continuou a correr. Pensei: Se ela consegue, eu consigo. Eu tinha razão. Insisti e depois de um certo ponto eu estava bem menos cansado do que do momento em que achava que não aguentaria mais. Agora fico a pensar e fazendo uma analogia com os sentimentos. Será que eu venho amando aquém do que posso? Acostumei amar só até ali?

==

Eu não escrevo para você me encontrar, nem se achar, muito pelo contrário, escrevo pra deixar claro que quero ficar só e torço para que você se perca.

==

Ainda que seja para perder depois, mas quero sim.

==


O que foi ou o que ficou longe de se realizar não dói, mas o que não foi só por um triz dói demais.

Nenhum comentário: