terça-feira, 31 de maio de 2016


Sou triste, mas uma tristeza que consigo e preciso esconder, uma tristeza que não contagia, ao contrário dos poucos momentos de alegria. Essa eu sei como deixar irradiar.

Somos o que deixamos transbordar; ou seja, somos o que deixamos absorver de nós.

==


Quantos poucos foram os grandes. O ser humano, em geral, é pequeno, medíocre e nojento.

Nenhum comentário: