quinta-feira, 16 de junho de 2016

Esperando o que? Um acontecimento impactante para tomar decisões e ser outra pessoa?

Não é preciso, de repente a gente tem um lampejo de lucidez e consciência, e muda.

==
  
Não saudade de fulana ou sicrana, mas de um tempo em que se acreditava num amor puro, desinteressado e eterno, né?

==

Talvez se deixássemos claro o tanto que precisamos da outra pessoa ela não iria embora.

Somos mais que orgulhosos, somos masoquistas!

==

É difícil admitir que você precisa de quem não lhe precisa?

==

Nenhum comentário: