domingo, 31 de julho de 2016

Devemos sempre nos apresentar para novas tentativas de relacionamentos amorosos e se isso for colocar a cara à tapa, que venham os vermelhidões dos tapas que porventura possam surgir dessa nossa insistência, mas é preciso e sentimos a necessidade da cumplicidade de um ser que nos proporcione carinhos espirituais, mas também físicos. Um dia encontraremos a pessoa certa e o êxtase se prolongará.

==


Pode até deixar de ser como já foi, é normal, pois a rotina ameniza a vibração, mas quando fica estagnado e não vibra é de jeito nenhum e não conseguimos reverter o quadro, hora de reconhecer que já deu e procurar sabores diferentes. Quem ama ou já amou alguém deve respeitar até o momento de ir.

sábado, 30 de julho de 2016

Há sentimentos que não queremos revelar, mas simplesmente transbordam pelos poros.

==


Eu achava que o ódio era o amor com transtorno bipolar, mas que uma hora ou outra ele seria curado no polo certo, mas diante de tudo que acontece no mundo é ó ódio que reina e incita atitudes, apenas fica mansinho de vez em quando lembrando o que eu imaginava ser o amor.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

O que você faz, faz você esperar o que?

==

Que país é aquele ali que derruba uma presidente que supostamente cometeu um crime e quem assume é o vice dela que assinou os mesmos supostos crimes?


Alienação Brasil!

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Tudo é por enquanto, que enquanto seja, seja por encanto.

==

Esperar a morte com uma vidinha de levantar da cama, respirar, comer, defecar e dormir?


Não sabemos do mistério da vida, mas se estamos aqui é para “botar pra quebrar”, meu irmão!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

O que vale à pena?

==

O corpo é que faz a escolha, a gente fala que é o coração para ficar mais romântico. Muito, muito, o coração escolhe uma única vez, mas coração de adolescente não vale. É inocente.




terça-feira, 26 de julho de 2016

Tem hora que sufoca e parece asfixiar, mas passa. Mas passando, viva de verdade até o próximo sufoco.

==

Que pressa é essa de chegar? O gostoso não é o caminhar? 

Eu adoro ficar perdido, momentos em que me encontro.







segunda-feira, 25 de julho de 2016

Piti, ataquinho dos nervos e falar pelos cotovelos, depois, quase sempre, pedir desculpas e recolher á insignificância.

==

Hoje limpei lá em casa e pela primeira vez aproveitei e joguei fora tudo que me deixava desarrumado por dentro. A casa ficou com um aspecto bom e eu  novinho em folha, como um carro zero. Vem me amaciar, vem moça!





domingo, 24 de julho de 2016

Cuidado com as pessoas medrosas, elas lhe farão mais mal do que as pessoas corajosas.

==

Tem coisas que a gente sabe que vai fazer, (se não, deveríamos) ainda que pareça impossível ou loucura.



sábado, 23 de julho de 2016

Foi bom, foi intenso, foi maravilhoso, mas foi.

==

Muita esperança, otimismo e paciência, mas estagnada e passiva achando que a boa sorte está pra chegar? Quantos já apodreceram inalando só o cheiro do sabor de viver?

sexta-feira, 22 de julho de 2016

O outro devolve o que você deu. Você queixa é de sua falta de verdade na entrega dos próprios sentimentos.

==

Legal, bonita, inteligente, mas com interesses e sonhos diferentes.


Não basta ter caráter e não ter defeito, para ficar com alguém é preciso ter mais afinidades.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Não precisa amanhecer linda, mas quem amanhece se sentindo linda, fica linda.

==


Sob efeito de muitos medicamentos ou de álcool, mas em estado natural a gente nunca relacionou com certas pessoas.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Se você não muda as atitudes e espera que algo de novo aconteça, você é um idiota!

==

Se anda navegando num pequeno lago, pra que preocupar com a direção do vento?


Chamo essas pessoas de homens-bússolas. Sinônimo de gente previsível, estereotipada, passiva e chata.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Quer ficar livre de uma pessoa e não sabe por onde começar? Exija que ela explique o desnecessário o tempo inteiro.

==


Não quero que o vento me leve a um porto seguro e nem a um porto alegre, hoje quero um vento para me refrescar, apenas isso.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

De repente atingi um estágio de não achar ninguém imprescindível, ainda que tenhamos os nossos preferidos. Talvez seja o tal desapego. Bom demais essa sensação.

==


Feio é quem não tem harmonias físicas delineadas, pobre é quem tem o dinheiro insuficiente para o básico, mas horrorosos de verdade e miseráveis são aqueles que escolhem as pessoas pela beleza e pela conta bancária.

domingo, 17 de julho de 2016

Ainda que carreguemos as dores com a gente por onde formos, ainda que for com insegurança, medo e dúvidas na mala, temos que ir. Tudo continuará doendo na nova estrada, mas movimento e novidade, ameniza.

==


Novas escolhas não decretam o fim do que temos! Mentira. Decreta sim. Novas escolhas são consequências da estagnação do que temos, mas já não é mais.


sábado, 16 de julho de 2016

De vez em quando chuto o balde, ponho a viola no saco e vou sem rumo e até me ferro por aí, mas eu tenho uma necessidade absurda de enxergar as coisas por ângulos diferentes, sabe.

==

Sem pressa ou com pressa, nem importando se chegarei, mas vou com alma. Sou do ir.



sexta-feira, 15 de julho de 2016

Quase nos bastamos, mas é necessário o outro para atingirmos o ápice.

==


Estamos sujos e empoeirados e enxergados por visões comuns, mas somos amor.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Não existe freio-motor no carro da paixão, portanto desço rasgando pela ladeira desse sentimento, porque não abrirei mão desse amor louco que me envolve.

==


Dúvidas? Senões? Porvires? Depois? Mas como, pessoas, se de repente a gente morre? 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

O não de ontem não contradiz o meu sim de hoje. Eu posso ter evoluído ou regredido, sem ter perdido a sinceridade.

==


Você não é e não será se continuar ruminando o que quase foi.

terça-feira, 12 de julho de 2016

Amar demais parece bom, mas há quem ultrapasse isso e começa a se perder em loucuras, pois a obsessão é uma arma poderosíssima do ódio.

==

A gente conhece tantos que já se foram e jazem insepultos, vivendo num comedimento que prolonga vida numa insipidez que mata.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Amar é responsabilizar, é machucar, é sentir dor, é sentir alegria, é prazer, é neutralizar. Amar é respirar.

==


Suicidar é vingar da vida, morrendo sem sua permissão. Engano! A vida apenas não obriga ninguém a ficar por aqui, mas tem pena de quem morre insatisfeito.

domingo, 10 de julho de 2016

Quando o buraco é fundo até se goza um pouco antes de espatifar no fim da queda. Que arrisquemos por coisas que valham à pena.

Pra que cair em buraquinhos?

==


Asfixia sem falta de oxigênio? Pois é, não basta respirar o mesmo ar, há de se inovar e sair da mesmice que estagna. 

sábado, 9 de julho de 2016

Você não anda fazendo um esforço danado para  perder sua verdadeira identidade para agradar quem não merece, né?

==

Antes trancafiado e isolado por algum tempo, mas depurando-se para uma liberdade plena, que se manter sempre numa liberdade condicional, quase mentirosa. 

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Não é porque você anda aguentando uma faca encravada no peito que deve subestimar a dor de quem furou o dedinho no espinho.

==


No dia que vier acompanhado com ousadia e coragem seu desejo será realizado.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Foi preciso um quase morrer fisicamente para perceber que o quase me matou foi um pouco viver e desde então, um viver com tanta intensidade, que morrer de vez será pouco para jazer o que deixarei energizado por aqui.

==

Quem é afetado por ingratidão doa apenas uma vez.



quarta-feira, 6 de julho de 2016

Tábua de salvação não, mas se nos apresentarmos, podemos evitar desfechos terríveis para quem sufocou em si e não sabe para onde ir e o que fazer.

==

Pra que crises existenciais, se a vida, indiferente, lateja aqui fora? Saia desse sarcófago em que você se lacrou antes que a respiração seja insuficiente. Há ar puro e fresco aqui fora. Você não morreu ainda.

terça-feira, 5 de julho de 2016

É, a gente fecha o portão com cadeado e corrente, mas deixa o muro baixo. É inconsciente talvez, mas no fundo a gente quer que a pessoa volte. Geralmente voltam e tudo acontece como antes. Culpa nosso também? Pode ser que não. Melhor levantar um muro bem alto, colocar um portão mais resistente e dar um tempo. Há quem se encarcera por detrás das próprias muralhas. Há de se ter cuidado.

==

Tem gente que desiste, mas não sabe de que.

segunda-feira, 4 de julho de 2016


Será que há pessoas que não passam mais pela nossa cabeça e a gente pensa que esqueceu, mas na verdade elas estão instaladas quietinhas lá no nosso coração?

==


Não adianta recomeçar e reconstruir se a outra pessoa não quer mais ficar debaixo de sua construção, ainda que nova e aparentemente mais sólida. Melhor acabar de destruir o que ficou e recomeçar só.

domingo, 3 de julho de 2016

Tem coisa que é como é, mas tem coisa que não é como é de verdade. 
Você não anda comprando a imagem inventada de alguém ou de alguma coisa, né?

==

Não lhe deixam fazer o que quer e você tem que seguir direitinho as normas?

Quem pode, poda, né?


sábado, 2 de julho de 2016

Aja com prudência, senhora!
Quer que o cavalo branco chegue sem o príncipe?

==


Olhar com menos ilusão não é coisa de gente madura, é coisa de gente fria.

sexta-feira, 1 de julho de 2016


Não basta ser amado? Tem que ser assim e assado?

==

Você, como todo mundo, tem que lidar ou não com certas coisas que não combinam com você.


Você está dando perdão a quem não lhe pediu e se acha compreensiva e boazinha demais.