segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Há um círculo vicioso que nos deixa envoltos nele. Não é feliz? Hora de rachadura no círculo e sair dessa estrada tortuosa, mas previsível e burra.

==

E aí, embalsamado, num estado cataléptico, sem viver plenamente o presente, esperando resignadamente a hora do enterro?

==
Você lembra do nosso começo? Como admitir que algo daquele jeito possa ter fim?

==

Quanto mais você se explica, mais eu me entendo.

==

Nenhum comentário: