sábado, 24 de dezembro de 2016

A dor profunda do perder ainda fica aquém da delícia do amar. Chorar, se preciso for, mas terá valido à pena. Terá.

==

Eu tenho que confessar que me descobrir mais teórico do que prático, pois se tivesse lido e vivido mais o que escrevi, eu não estaria sofrendo como agora...

==

Eu vim de uma separação doída, não queixe da marca que ficou no lugar que fazia a ligação, cicatrize você, pois com amor a plástica ficará perfeita e só saberemos de nossas novas dores, moça.

==


O errado não é ir, pois às vezes mesmo que não seja o certo a fazer, acreditamos que sim e temos o direito de tentar novos caminhos. Sabe o que não é certo? É atravessar para o lado de lá sem ter deixado a ponte do respeito, consideração, amizade e gratidão pelo que foi vivido até o momento do desgaste. 

Nenhum comentário: