quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Toda que vez que apaixonamos enxergamos os jardins mais floridos e o horizonte mais colorido e convidativo. A absorção do amor estende o olhar de nossa alma.

==

N(amor)ar
C(asar)

Coincidências essas pronúncias, né?

==

Faça como Bukowski, deixe o pássaro azul que vive dentro de você respirar um pouco aqui fora, mas não deixe ele escapar.

==

Bate no peito e diz: “Não mudo por seu ninguém”! Sim, há quem não mude mesmo, mas nunca amará e será amada. Relacionar é mudar, e MUITO, e não é pelo outro, é pelas exigências mesquinhas, ordinárias, mas inerentes de um amor intenso.


==

Nenhum comentário: