quarta-feira, 9 de março de 2016

A prova que a felicidade é uma questão de temperamento é que as vezes temos todo o material para ser e não conseguimos.

==

Comedido e educado, agrido-me; solto e sem limites, agrido-te. Eu ou você? Eu não posso me evitar e não tenho limites. Melhor você ir.

==

Há parte do caminho que devemos criar as próprias asas e caminhar com as próprias pernas, portanto, não fique esperando pela transformação do outro, porque você não poderá pegar essa carona.

==


Trilhar o caminho seguro que não me dá gosto de aventura e não me leva a lugar nenhum? De jeito nenhum! Escolho a estrada com abismos dos dois lados e ziguezagueio perigosamente nessa estrada cheia de amores, companheiro!