sábado, 9 de julho de 2016

Você não anda fazendo um esforço danado para  perder sua verdadeira identidade para agradar quem não merece, né?

==

Antes trancafiado e isolado por algum tempo, mas depurando-se para uma liberdade plena, que se manter sempre numa liberdade condicional, quase mentirosa. 

==


E aí, continua julgando em vez de dar um abraço forte e compreender aquela pessoa?

==

Temos que ter caráter, sim, mas esse negócio de bancar o quase santo, o responsável e o justinho é coisa de gente que quer preencher o vazio com o altruísmo.

Sejamos bons, mas vibremos e vivamos de verdade.


==