domingo, 17 de julho de 2016

Ainda que carreguemos as dores com a gente por onde formos, ainda que for com insegurança, medo e dúvidas na mala, temos que ir. Tudo continuará doendo na nova estrada, mas movimento e novidade, ameniza.

==

Novas escolhas não decretam o fim do que temos! Mentira. Decreta sim. Novas escolhas são consequências da estagnação do que temos, mas já não é mais.

==

Se eu tivesse sido abandonado por um instante, mas não, fiquei como seus livros, sem nunca terem lidos, esperando eternamente... numa estante.

==

Eu nunca escrevi para fazer sentido, sempre foi para doer menos.

==