sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Conheci um peixe, livre no rio onde nasceu, mas eu disse a ele que existia um marzão maravilhoso lá na frente. Ensinei o caminho, mas ele morreu ao chegar lá. Nem imaginei que a água salgada mataria o bichinho.

Há também algumas pessoas que se perdem em busca de aventuras em mundos mais amplos, né?

Você acha que as pessoas, como o peixinho, deveriam sair da rotina e arriscar a se salgarem e morrer, mas conhecer mais esse mundão de meu Deus?


==

Esto aqui de frente ao ventilador com saudade de um tempo em que algumas pessoas me davam um friozinho na barriga.

==