quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Talvez quem sabe um dia essa subjetividade vai acabar!

==

Eu sempre confessava no silêncio dos olhos, embora eles tentassem olhar severamente, que te amava muito, mas as atitudes infantis foram mais fortes e foi mais fácil de você absorver e se afastar.

Temos apenas que educar um selvagem romântico e usufruir de o que ele verdadeiramente tem para nos oferecer.


Pensamos que não, mas também temos a nossa culpa no fim do relacionamento. Nos vemos como vitimados demais, mas se tivéssemos sensibilidade certamente seria diferente.