terça-feira, 22 de novembro de 2016

Um perdão não dado, às vezes é como a lenda do escorpião que se pica ao ser irritado, é tirar a chance, não só do outro, da própria felicidade, é se punir com a incapacidade da maleabilidade.

==

Um tiro no peito, sem aviso prévio, que não matou, ainda que tivesse perfurado justamente a parte do coração que acolhia o amor. Vazou, vazou, vazou, transbordou, mas na cegueira do ego solitário, evaporou,  ninguém se salvou. O vazio sem alma que ronca de dor.Zumbi.

==



Quem partiu, partiu...o coração de quem ficou, mas levou a parte que tinha direito de levar.

==

Chamem de recomeço, do que quiserem, mas é uma consequência natural prosseguir a estrada após esses erros advindos de ânsia de vida e de excesso de querer.

==