quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

...E muitos, delineados pela imagem criada por outras pessoas, acabam por se tornar a figura imaginada e nessa perda de identidade corresponde a expectativa criada, transformando-se num fantasma gente boa, tipo gasparzinho.

==

Pra quem morre em vida, sim, mas para quem não, não. A morte só prova ou não sua existência nesses casos.

==

Não sei se tem desenganos no peso dois, no peso três ou peso dez, mas acho que todos somos desenganados e achamos que não temos a capacidade de ter o colo acolhedor, mas, sabe, percebi que podemos oferecer esse colo e chorar junto com quem pensa que sofre mais que a gente. Que percamos o medo de parecer mais fraco que o necessitado. Choremos se preciso for, mas não neguemos mais esse colo.

==

A gente sofre sim, eu sei, mas a gente sofre por coisas que não tem nada a ver. Beber culpa que não é sua? Há situações de vida onde as pessoas se machucam e nós somos apenas circunstancialmente quem estava no confronto inocente consequente da vibração de querer e desquerer alguém.