quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ela disse que “vevia” bem com a família e que me convidaria para comer um doce de “fígado” cristalizado que a mãe dela fazia, mas que iria moderar, pois ela estava “esmagrecendo” e que não podia abusar.

Aí percebi que o amor é condicional, sim.

==


Não é maravilhoso saber que temos a capacidade dar mais cor, amor e sabor para a vida de alguém?

==


Quando cansamos do outro, fugimos ou fingimos; quando cansamos de nós mesmos, não tem como fingir nem fugir. Por isso alguns se matam.

==


Nenhum comentário: