domingo, 15 de janeiro de 2017

Não será para sempre. Tudo se dissipa gradativamente.

Até mesmo a dor do fim de um grande amor que dói como algo encravado no peito é capaz de esvair com o passar dos tempos.

Amor é convivência.

==

Um viciozinho sempre faz mal, mas ele foi feito para pra fazer bem no começo.


Viver é não abrir mão dos viciozinhos que vão matar depois.

==


Morotó de cemitério tem nojo de quem não viveu quando vivo, mas não dispensa nem esses defuntos estragados.

==

Amores não vão ficando simplesmente. Se não na hora, lá na frente vamos sofrer e viver dessas saudades.

Nenhum comentário: