segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Podemos até tentar dizer às pessoas o que concebemos como certo e errado, mas obrigá-las a seguir a nossa regrinha?

==


Pode adubar e não florescer, mas sem jogar semente, adianta adubar não, neném.

==


No fundo você ama muito, mas não muda o jeito "tanto fez como tanto faz". Perderá quem você ama por fazer o papel de frio. Por quê? Pra quê?

==

transbordamento

você só pensa que me conhece
não faço diário, escrevo vida
converso, verso, literatura

Nenhum comentário: