sexta-feira, 20 de janeiro de 2017


Tentando me sondar interiormente?
Que inocente!

Nem eu me frequento, fia.

==


Náufragos do amor passa medo e às vezes até afunda, mas não afoga.

==


Você pensa que me conhece, acha que me encontra nas entrelinhas, mas nem sabe que quem escreve, finge, não faz autobiografia.

==

Por aí sem amar é apenas respirar. Pra quê fingir de viver?

==

Nenhum comentário: