segunda-feira, 10 de abril de 2017

A gente depois de sair de um relacionamento fica quietinho, como uma casa que vai ser reformada para relocação, mas depois de pintadinhos e com um aspecto melhor, colocamos a plaquinha de “estamos livres” e ficamos prontos para sermos depreciados de novo.

Não estou alugando, é sério.

==

Sou como todo o homem é? Então somos todos errados e você se livrou de mais um, babaca?

Você sempre diz que foi usada por mais um, canalha!

==

Incompleto não, porque eu queria me completar com você, mas faltou um meio, idiota.

==


Quem não passou por debaixo das cercas de arame farpado da vida não conheceu lugares interessantes.

==



É claro que eu observava o vestido lindo dela quando raramente saíamos, claro que ela ficava mais linda e maravilhosa, mas eu não dizia só porque tinha ciúme. Muito ciúme. Eu amava demais. Muito. Absurdamente. Indiferença? ah, se fosse, ah se fosse! Impossível. Ela era fantástica!

Nenhum comentário: