quinta-feira, 25 de maio de 2017

Não combino com fulano, não combino com sicrano e não ando me entendendo bem com Beltrano.

Todo mundo é errado!

==

O problema do medo é que ele paralisa. O medo é disso, mas você acaba não tendo mais acesso a aquilo também.

==

Sem heroísmo. Debande, mas não desabe.

==

Você, apaixonado, vestiu de indiferença e depois se viu nu de solidão e saudade, não foi?
==

Você você é infinitamente melhor que a outra que eu quis lhe transformar. Fiquei sem nenhuma. Ambas me fazem falta, muita falta.

==

Passa? Passa? A gente duvida, mas ainda que passe, que estrago que essa dor filha da puta faz, que estrago.

==


Até quando der, viva, vibre, exagere. Sugue a seiva da vida, pois ela quando quer é impiedosa. Ela não só mata, ela tortura e lhe faz picadinhos primeiro.

==

...O despertador no ponto, o descanso noturno, preparo para a rotina e um infarto de madrugada. O dia seguinte? O sol raiou, o pássaro cantou, tudo continuou.O único indiferente foi aquele moço que não acordou mais. A vida é assim. Se viver não for botar pra quebrar, vibrar, amar, amar, amar, amar até morrer, viver pra que?

==

Não, não é falta de humildade, não, nada disso, é que eu acho que quanto chega ao ponto desse negócio de pedir desculpas é porque já estava degringolando. Ou temos erros aceitáveis ou não temos.

==

Você (ins)(en)(es)tala no meu coração!

==

Toc, toc, quero entrar.
Meu coração não está, bem!

==


Nenhum comentário: