segunda-feira, 22 de maio de 2017

Todo mundo rumina um pouco um passado lindo, mas contar as proezas do agora, que pode até não ser tão lindo assim, mas contando de vida que vibra ainda é que é fundamental.

==

O sentimento é o alimento da alma. Ainda que cause indigestão e diarreia, tenha certeza, é melhor que morrer de fome.

A inanição do amor é terrível.

==

Praticidade sem sensibilidade?

==

Quando Camões dizia que "amar é sofrer e não amar é sofrer mais", tinha razão. Estamos condenado a sofrer, pouco ou muito, mas sofrer. Que sina a nossa, hein?

==

Ninguém pode ser o balão de oxigênio que lhe mantém vivo. Ninguém!

==

A vida é!
Sem explicações!
Simples assim.


==

Um lugar comum passa a ter atrativos especiais ao lado de quem amamos.
==

Precisamos resistir à nossa tendência de nos preocuparmos com a opinião dos outros a nosso respeito. Sob o domínio do interesse alheio, permitimos que os fatos e as pessoas influenciem as nossas decisões. As considerações, que na felicidade predominam, vêm do nosso instinto e não dos outros. Danem-se eles!

==

Ficar encarcerado dentro de si o tempo inteiro? Às vezes devemos ligar nosso piloto-automático e sair para dar umas voltinhas.

==

Vivemos em torno de dois bilhões de segundos. Pouco? Muito? Perder um segundo com picuinhas e gente chata?

==

Esquecer, esquecer, não esqueci não, mas se não é pra ver nunca mais, vamos exercitar, uai.

==

"Toc Toc" e eu pensando que ela era simplesmente anunciando a chegada, mas era um aviso de que eu teria que suportar suas crises de mudança de humor, existenciais e atitudes estranhas.

==

Cristina e Cristiana.
Que saudade!
Tempos bons aqueles em que eu tinha minhas crises.


==

Nenhum comentário: