sexta-feira, 12 de maio de 2017


Você pensa que é de verdade e que está até amando, mas nem sabe que você e esse amor são só a invenção de alguém.

==

Se na sua casa não tem como sacudir a adrenalina, há perigo na esquina.

==

Sabe porque o outro não foi tão fundo? Porque você foi vulnerável só até ali e depois de onde você limitou que se faria o laço indestrutível de vocês dois.

==

...Uma sensação que ultrapassa a tristeza, alguma coisa que demora ser preenchida e que chega a preocupar, pois parece que ficamos ocos, dissecados e costurados vazios por dentro.

==


No final pode até terminar mal, mas que entre o começo e o fim tenha valido à pena.

==

Se tivéssemos um interruptor do “tô nem aí” e sair ignorando tudo que não conviesse, mas...

==

Eu vou... parar seu choro.
Eu vou... para ser seu choro.


==

Você consegue, por si mesma, desabitar meu interior? Se sim, por favor, faça isso. Preciso de paz interior.

==

Escrever não é paliativo, é parte da dor, mas não deixa de ser uma espécie de solidariedade, pois a gente compartilha para dizer para quem sofre que ela não está só nesse mundão de injustiças que ora praticamos e ora sofremos.


Quando a gente sofre de amor, a gente até pensa que não chora por outros problemas mais.


Nenhum comentário: