sexta-feira, 9 de junho de 2017


Alia-se com poucos, se fecha num mundo limitado com proteção intransponível para o resto e nesse ato egoísta e combinado se gaba por aí de se achar sociável, altruísta e que faz o papel de humano.

Pseudos amores. Hipócritas filhos da puta!

Amor, amor mesmo, genuíno e incondicional deveria ter é nesse mundão de nós todos.

==

Às vezes o caminho fica difícil sim, mas dando um jeitinho aqui e ali, movimentando e procurando sentido, pois paralisar, aceitar resignadamente e agir como um zumbi, seria suicídio de alma, não é não?

==

Mal ou não eu jogo futebol, sinuca, vôlei e até pedra, mas se você pensa que quase tudo na vida é um jogo, você vive jogando e não vivendo.

==

Canta o que se cala. Faça barulho com o que sabe e pode. Viola!

==

Não te esqueço porque não quero. É uma questão de implicância. Penso mesmo, penso forte. Eu quero ver se isso não incomoda!

==

As coisas feias? Algumas eram até de propósito, eu  errava de mentirinha e nem desculpava, mas é que eu não tinha necessidade de passar tudo  a limpo para viver.

==

Tudo bem que fala é de empreendimentos e negócios, mas noutra área também a senhora vem dando errado, vem dando errado, mas não modera.

A senhora não tem medo de fugir com o homem que “daria” certo?

==

Você não vem ajudando ninguém a se livrar de suas batalhas diárias, mas anda escutando numa paciência que até parece, né?


==

Nenhum comentário: