segunda-feira, 5 de junho de 2017

Sem amor, já era.
Numitoke, japinha!

==

Te sinto presente!
E eu estou aí. Pressente?

==

Ah, não deu, não deu e a gente tem que partir para outra e tentar de novo.

Ah, moça, a vida é pra gente ser doidão e felizaço mesmo.

==

Pô, véio, vai atrás de ninguém não. Quem foi por ir, volta. Quem foi pra ir mesmo, foi. Fim de papo.

==

Não compare uma pessoa que não quer absolutamente nada com uma samambaia, pois ela dentro da limitação de um vegetal, não só existe como “vegeteia”.

==

Tem trem que não veio para ficar, mas por que que essa bosta para na nossa estação então, carái?

==

Não preocupou com a ordem natural das coisas, descarrilhou e veio andar nos meus caminhos “destrilhados”, não foi, lindona?

Você é um trem, viu!


==

De gota a gota e em pequenas doses para não ser tão explicitamente mal, você não vem judiando de algumas pessoas?

==


Você é imortal, eu não. Se você adiar de novo. Tô fora!

==

Amor acaba com alguns e que eu esteja entre eles.

==

Téo falou de tanta coisa, disse que amor quando acaba é como qualquer outra coisa, que ninguém sofre mais do que devia, que isso, que aquilo, falou muito, muito.

Mas quando aconteceu com ele na prática, para não chorar muito...

Teo ria!

==

Chora hoje, depois de me deixar tanto tempo atrás, depois de dizer por aí que foi a melhor coisa que você fez?

Agora que mostrar o que?
(Cic)atriz?

==

Se eu tivesse sido abandonado por um instante, mas não, fiquei como seus livros, sem nunca terem lidos, esperando eternamente... numa estante.

==

Eu nunca escrevi para fazer sentido, sempre foi para doer menos.

==

Até a superficialidade é peculiar, de alguma forma me diz algo profundo.

Absorção de um homem apaixonado?

Não. Há quem diga bobagens com um olhar implorando colo e abraço.

==

Tem hora que a gente pensa que só empaca, como um burro diante de um perigo, mas não, a gente fica é pesado mesmo, sem conseguir carregar saudades fortes, dores lancinantes, segredos inconfessos. É preciso, que ironia, jogar fora um pouco de o que faz a gente vibrar ou chorar, que são coisas que mantém vida, para poder prosseguir.

Ou seja, é preciso morrer aos tiquinhos para não morrer mais rápido.

==

_Não tem mais nada a dizer?

_“ Eu não quero ficar!”

_Só?

_ Sim!

==


Para ter o que falar? Pois é, era pra ter o que sentir.


==

Sim, muito legal essa coisa de interioridade, mas realmente é preciso ser...

De Alguém!

Pois ser demais e só não está com nada!

==

Subir pra cima, encarar de frente, descer pra baixo, elo de ligação, eu e você.

==

Tristeza a gente entende,
felicidade a gente estende.

==


Quem vai para a guerra desarmado vai suicidar e por a culpa nos outros, não é não?

==

A explosão é devastadora, é algo interno, mas mais cedo ou mais tarde escancaramos a nossa cara de quem jaz.

==

Você não veio inteira. Você (a)(dis)traiu minha solidão.

==

Não é que eu não deixava ou não queria, eu nem sabia o quanto você é(ra) importante na minha vida.

==

Ostentação é dormir com um relógio de ouro para poder não precisar olhar o horário de acordar.

==

Quem vende um tênis falso e fala que é original é falso.
Quem vende um tênis falso e falo que é falso é falso.
Todos os vendedores e tênis tinham que ser originais

==

Quando você resolve deixar tudo pra lá o que ainda não foi totalmente consumido, tudo pra lá continua tendo vida e vibração. Só você que ficou com o vazio.

Desistir nunca, consumir até o fim, sim.

==

Se viver não for para fazer o que quiser, existir basta.

==

Não basta ser inflamável, é imprescindível que a combustão seja com a faísca x.

==


Você, como muitos de nós, foi adestrada a fazer assim e assado, mas nem sabe que as escolhidas serão as que transgredirem.

==

Não me venha com concretudes, pois uma fantasia bem criada e bem vivida toma o lugar da verdade durante muito tempo.

==

Por mais que algumas pessoas pareçam distantes e que pareçam não ligar pra isso e aquilo, a gente sim, é que erra, por ser frio e ter subestimado a sensibilidade dos outros.

==

Gozando ou sofrendo, gozando e sofrendo, mas indo, porque ficar, tenha certeza, é morrer.


==


Mesmo tendo aprendido colorir a realidade, ainda prefiro minhas mentiras azuis.

==


Vi-me refletido naquele olhar. Torci para ela fechar os olhos e me prender dentro dela, mas ela só piscou.

==

Não basta encontrar os olhares, bom mesmo é quando os olhos também se tocam.

Nenhum comentário: