sexta-feira, 16 de junho de 2017

Você foi simplista, pois achando que aquela pessoa sentia isso e aquilo, como você já sentiu antes, se achou apto para ajudar e chegou todo bem intencionado, mas percebeu que ela não fervia na mesma temperatura sua e acabou foi aumentando o problema e saiu frustrado.

O isso das pessoas pode ser isso demais, o aquilo delas, pode ser aquilo demais. A gente pode imaginar o que a outra pessoa sente, mas jamais saberemos da capacidade da absorção dela. Chuva fina pra você, pode ser tempestade pra ela, mas...não desista, afinal só vamos encontrar pessoas machucadas por aí.

==


Deveria, ás vezes seria o mais prudente até, mas... Eu não sei desistir. Sei até mesmo que a possibilidade do erro é maior em certos casos, mas ainda assim dou tudo pelo percentual baixo da chance de tudo valer à pena.

==


De mente fechada
Ouvidos trancados.
Ninguém entra.
Apodrece nas próprias convicções.
Demente!

==



Pode fazer! Eu sei que você vai se arrepender e me fazer chorar, mas tá valendo.

==

Se houve amor, houve, tubo bem, acabou, mas ainda há? Porra, que maluquice. Acabar pra todo mundo chorar e voltar depois para não ser mais como foi antes?

==

Cada pessoa é um mundo?
Um mundo particular, pois ninguém fala mais nada.
Cada pessoa é um mudo!

==

Se diz muito
Seduz pouco!

==


Unilateral

Todo mundo vê que eu quero só, você!

==

Ela fez um boneco vodu com minha cara e nem tô sentindo nada.

==

Ela "me tinha" tanto que eu não dei conta!

==


Se a gente só morresse "de repente", mas não, a gente também varia o humor. Que bosta!

Nenhum comentário: