quarta-feira, 26 de julho de 2017

Eu sentei de modo que meu joelho apontava para a porta, aí ela disse que perdeu o interesse em mim porque meu jeito de sentar indicou que eu não queria estar ali.

Até hoje não sei o que foi aquilo, se previsão, algo astrológico ou do tipo, mas vai acertar assim na puta que pariu, véi.

==


Há coisas que não adianta a gente cobrar e querer que a pessoa faça diferente. Há gestos imperdoáveis por si.

==


Cada vez míngua mais a esperança do “Dessa vez vai ser diferente”!

==

Eu imagino que o inconformado que não arrisca é o paciente mais complicado da psicologia.

==





Nenhum comentário: