domingo, 1 de abril de 2012

Sem dor

Que eu morra simplesmente
sem dor
sem pavor
sem dó
parada abrupta do coração
da respiração
falta de movimento
e fim

xxx 

suicídio

um estar afobado
andar sem compasso
tentativa de vida

mas foi projeto abortado

Nenhum comentário: