terça-feira, 8 de maio de 2012

Uma arma chamada anzol
Ferro com ponta e haste
Transpassado numa minhoca
Golpeando o não menos desafortunado peixe
Enquanto ele sangra e tenta se livrar do golpe
O homem enche de adrenalina e sorrir
Isso sim é que é diversão de um fim-de semana

==

Você teve que viajar
Com a família noutro país morar
Eu, sem dinheiro, sem posses
Não podia não deixar
Você esperneou, família não considerou
Disseram que sou um homem sem futuro
Erraram
Sem você no presente
Só sou o futuro
O futuro de poder lhe buscar
Sem você
Maluco de amor
Vou para o aeroporto
Esperando dois aviões pousar
Pousam vários, você em nenhum deles estar
Choro, choro, queria poder voar
Atravessar o oceano
Pelo menos lhe beijar e retornar
Não, quem tem boca não vai a Roma
Só quem tem dinheiro
Só tenho amor
Que sem você não sabe voar
Amor, vou aprender a nadar
Eu juro por Deus

Vou lhe buscar!

Nenhum comentário: