sábado, 29 de março de 2014


...E quando você descobre que o que lhe feria, espinhava, machucava, incomodava e aborrecia era você mesmo e percebe que muitos pagavam o pato como se fossem os responsáveis?

==

Que soframos, mas sempre tomando fôlego para arrumar um amor novo amor. Para que? Para chorar de novo? Que seja!

Masoquistas não, crentes e otimistas sempre.

==

O peso dela na minha mente é forte.
Pesadelo. Não esqueceria nem que lobotomia.

==

Mudar pensamentos é diferente de mudar atitudes.

Cuidado para não se enganar com mudanças de araque.

==

Nos trilhos? Andar? Eu?
É cada trem que ouço!


==

Água não, mas um vinho ou uma cerveja. Tonto faz!

==

Tudo bem que não consegue ser o causador de coisas boas, mas pra que ser um causa dor?

==

Aquele amanhã que você vem dizendo, faz um tempão, que será o início de sua mudança, ainda não é hoje, né?

==

Que seja eterno, enquanto duro, não é linda ninfomaníaca?

==

Tristeza e dúvida quase sempre, mas os lampejos de amor e alegria suplanta tudo e nos dá motivação para viver.