terça-feira, 29 de abril de 2014


Amar pouco é lagoa, amar muito é oceano.

No mar tubarões, claro, mas na lagoa também pode ter piranha.

Melhor arriscar num amor enorme.

==

Assim como a dor vai e vem, ardor também. Ir embora por isso? O fogo reacende, neném.

==

Você não quer se entregar por inteira e quer relacionar passionalmente com alguém?

Ah, para com isso!

==

Estou conseguindo hoje nem o que um santo conseguiria: Deitar, não dormir, mas não pensar nada, como se eu inexistisse por alguns minutos.

Não me perguntem como eu consegui ouvir o sussurro do infinito.

==

Tons de vozes alteradas, falta de humor e sexo sem amor?

Tá na hora, tá na hora, tá na hora de...

==

Tem gente que tem o semblante de uma pessoa que te olha com aquela cara de quem está prestando bastante atenção e não entende nada.

==

Pertinho da gente tem um mundo novo onde podemos entrar e deixar de fora tudo que não queremos levar.

==

Não foi eu que deixei você ir, foi você que não deixou eu não deixar.

==

Acabasse se tivesse realmente que ser, mas  acabar sem a chance de poder dizer dos equívocos e dos perdões contidos é um fim que dói mais.

==

De que adianta não chegar venenosa, mas serpenteando com um ar de que vai dar um bote e esganar em vez de abraçar, Ana (Conda)?