sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Enquanto doía eu ria, mas agora que nem doer dói mais, eu achava que iria gargalhar, mas não, nem choro, nem riso, nem nada.

Vida sem dor é morte.

==

Quando o escritor disse que somos metade indiferença e metade ruindade, uma parte dos leitores ignorou o que ele escreveu, a outra parte o chamava de mal amado e queria enforcá-lo.


Achei que José estava apenas numa fase Sal Amargo e não na fase Saramago, mas enfim, será que ele tem razão?

==



Eu que nunca acreditei em vida após morte começo a questionar, sabe. É muito sentimento forte de muita gente para simplesmente se acabar junto com um monte de carne podre.

A gente não tem alma e sentimento. É só sistema nervoso?

==

Segundo a ciência, o sistema nervoso é a parte do organismo que transmite sinais entre as diferentes partes do organismo e coordena suas ações voluntárias e involuntárias. Ou seja, não amamos, não temos sentimentos. A gente é que inventa isso. Você sofre por engano, é isso.


quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Tem gente que não sabe que está pedindo socorro, mas está. Cabe a nós, socorrer.

==


Você está pensando naquilo ou pensando em fazer aquilo? Você tem pensamentos, mas nem desejos são? Você quer ou não quer? Você não sabe, né?

==



Depois a gente percebe que foi o bobo da corte e que agiu como um tolo, mas nem sabe que ratificamos o título quando queremos consertar a tolice de outrora.

Fez, fez, achou que foi tolice, não faça mais, mas já feito, deixa quieto.

==

Há cagadas irreversíveis, mas ainda assim pode se ficar pelo menos de cu limpo até a próxima.

==

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Você vai morrer mesmo sendo comedido ou precipitado, mesmo sendo bonzinho ou ruinzinho, mesmo agindo com cuidado ou atropelando as coisas.

Você tem que ser feliz e está numa rotina enfadonha e besta?

Dê adeus à vidinha previsível!

==


Nada que não chega ao coração foi transmitido de verdade. Ainda que seja num sussurro ou pelo megafone.

==



A última vez nunca é a última vez, mas, cuidado, tá beirando.

==

"A Deus e Passar bem! "
Como ela foi educada e desejou coisas boas, né?



==


terça-feira, 27 de setembro de 2016

Agir com jeitinho e cautela? Mas essas coisas não tiram a plenitude?

==

Quem corre riscos sofre tanto ou menos que as pessoas que não correm, mas com certeza elas gozam mais.

==

Você pensa que não ama mais, mas só desapegou.

==
Pode pensar em inglês e sofrer em grego, mas o que você sente vaza pelos olhos em português.


Quer esconder o que? Por quê? 



segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Você já viveu momentos de magias sem saber se deliciar deles. Não faça mais isso. Dê conta do momento e se entregue a ele.

==

Vivo iludido caçando você, mesmo sabendo que já fui cassado pelo seu coração.

==

É chamado de indefeso e frágil um coração que porta muito amor, mas esse é o estado também do coração de um homem corajoso, do homem que arrisca e mostra o significado de viver.

==


Encontre-se! Embora não seja o suficiente para sair da solidão, terá um sensação de alívio que lhe deixará mais maleável para receber o que vem de fora e imperceptivelmente se aventurar no mundo do outro.

domingo, 25 de setembro de 2016

Você anda ruminando demais. Daqui à pouco vai sentir abastado e saciado sem digerir.

==
  
... Aí, sabe, você nem percebe que fugiu de si mesmo, não sabe como voltar e nessa confusão o psicólogo ou psiquiatra traz um ser diferente e diz que é você. E cobra caro por isso.

==

Há algumas pessoas que querem se passar por puras e reservadas, mas deixam, mesmo contra a vontade, estampado na testa:

“ Eu sou sem-vergonha!”

==

Mate a todos e ainda sobrará a sua insatisfação consigo mesmo.

Quer novidade? Depende de você e não do outro.


sábado, 24 de setembro de 2016

Eu pensei que estava queixando da falta de sentido da vida e das coisas, mas não, eu me queixava era do excesso de mim.

Quando sair de mim não imaginava que estava criando brechas para receber sentimentos e para sentir. Daí em diante tudo mudou. 

==


Estar pleno de si é bom e seguro, mas prazer só encontramos quando estamos plenos de amor. 

==



Deci diu com que método vai evitar a gravidez?

==
Depois que descobri todos os antídotos, não me preocupo mais com os venenos da vida.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Relacionar é lidar com conflitos, contrastes, mas se tiver amor no pacote, tá valendo.

==


O estado de relaxamento que o amor provoca na alma suporta a turbulência e agitação que também ele provoca.

==



Era pra levar? Entendi errado, acabei lavando a égua.

==

Se não for para sair da rotina e romper o casulo da mesmice, pra que viver?

Senti, senti, ressenti, senti, senti muito, muito mesmo, mas foi o suficiente. Chega. Vou viver.

==

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Sem o seu amor meu coração necrosou, a artéria encolheu e o sangue nega fazer o caminho da oxigenação.

Furaram minha virilha, inseriram stents, mas que porra de dor é essa (que nada alivia) que a saudade dela provoca?


==

Os frascos se perpetuam, mas o perfume acaba...


E quantos ainda vivem do cheirinho bom que ainda exala por algum tempo?

==


Ainda existem pessoas que arriscam à derrota, mas não vive a mediocridade. Junte-se a essa turma. Viva de verdade.


==

Perdoe quem não te perdoa porque não se perdoou.

==

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Pra quê e por que esse sinalizador de perigo que você carrega? Não percebe que ele impede você não só de fazer besteiras, mas também como nada emocionante e prazeroso?  Transgrida!

==


O tempo que fiquei cego por amor não foi um tempo de escuridão.


==

Quando você fez meu mapa astral plutão ainda era planeta. Nem sei se sou de libra mais.

==



Se aqui não está bom e o bicho vai pegar...Corra, corra, corra.

Para que corroer?

==

terça-feira, 20 de setembro de 2016


Sabe aquela raivinha quase inofensiva, aquela que fica longe do ódio, mas que não conseguimos ficar sem absorver? Ela é pior que gordura para entupir nossas veias.


Morremos antes da hora porque somos fracos e não sabemos ignorar picuinhas.

==


Você quer colocar chifre na mula sem cabeça, burro?

==


Você já partiu um dia e voltou apenas calada em vez de colada.

==


Você não vai além de o que você conhece, é esse o seu problema, entende?



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O barco medroso enferruja o casco na paralisia gerada pelo medo de enfrentar a grande onda da paixão.

Barcos do amor enfrentam tempestades e ondas gigantes e se perdem (a)mar a dentro, mas mesmo à deriva se encontram numa ilha paradisíaca na orla encantada de um mundo mágico.

==

A gente joga contra a gente mesmo, mas a grande tragédia disso é só saber depois do jogo perdido.

==



Pra que saber se mudei e pra onde se você nunca soube onde morei antes?

==

A pessoa chega e a gente não queria.

Ah, pessoa. Chega!

==

domingo, 18 de setembro de 2016

Não tenho pressa e quase nunca quero chegar.Vivo de caminhar.

==

Se jazer para uma vida plena não é admitir morte, viver uma vida medíocre é o que?

==



O amor, feito uma fruta esquecida, apodrece num canto qualquer. O amor, feito a fruta, tem que ficar exposta, bem visível e se insinuando.

==


Vou arriscar você na minha agenda!

==


sábado, 17 de setembro de 2016

Prolongar ou antecipar a convivência com quem lhe circunda hoje, depende de suas atitudes, mas o fim está decretado para amanhã ou depois.

==

Quem paralisou em agosto esperando setembro adentrou em outubro prometendo novembro.

==



O amor tem que ser consumido até o final, mas o problema é que um acaba primeiro que o outro, aí já viu, alguém se sente usado e não rola mais.

==

O amor-próprio é um paliativo que não suporta muito tempo. É preciso amor de fora e pra fora.

==

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Dor de cotovelo, ah, que simples, dor de cotovelo, quem dera para certas pessoas, mas não, não dói nada. Paralisia. Há quem depois de perder a pessoa que ama fica lobotomizada.
==


Jesus sofreu, sofreu, foi muita humilhação, eu sei que ele perdoou, mas eu não sou divino não. Além do mais, Jesus disse que eles não sabiam o que faziam não. Ela tinha consciência de tudo e mesmo assim dilacerou meu coração. Ela pegou todo o meu amor e faz a maior avacalhação. Não, eu não sou divino. Eu não perdoo, não!

==

Nem toda cachorrinha que balança o rabinho quer afago.

==

Nem é o outro que vem errando tanto ao querer sempre mais. Quem erra mesmo é você que sempre vem cedendo além do que deveria, não é não?


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Amor é igual vida, nem economiza para gastar depois. Paralisação é anunciação da morte.

==


"Toc Toc" e eu pensando que ela era simplesmente anunciando a chegada, mas era um aviso de que eu teria que suportar suas crises de mudança de humor, existenciais e atitudes estranhas.

==

A caixa do tesouro sempre estará vazia, mas aquele que sabe procurar, encontra tesouros pelo caminho e sabe de buscas verdadeiras.

==


Você pode até mamar sem chorar, mas numa muxibinha. Só ganha um peito robusto quem muito chora. 

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Só o psiquiatra imbecil cura um louco feliz.

==

Se a passividade diante de um sofrimento persistindo, mesmo tendo você o poder de tomar decisões que pode mudar o curso das coisas, não for masoquismo ou uma resignação burra, não sei o que é então.

==



Cristina e Cristiana.
Que saudade!
Tempos bons aqueles em que eu tinha minhas crises.

==



Todo mundo rumina um pouco um passado lindo, mas contar as proezas do agora, que pode até não ser tão lindo assim, mas contando de vida que vibra ainda é que é fundamental.

==

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Cada um, como diz a música, sabe a dor e a delícia de ser o que se é, mas que você convoca capetas para o paraíso, convoca.

Pare de infernizar o céu, pessoa!

==

Praticidade sem sensibilidade?

==

Um mato seco que estala com o empurrãozinho do vento, á noite, é um fantasma.

==


A oportunidade, digo, a oportuna idade de ser feliz é agora!

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

A gente não é o que o outro pensa, e não sendo nós aquele, relacionamos com uma sensação estranha: Ter que ser um estranho para ser o autêntico absorvido pelo outro.

Só somos nós mesmos para pouquíssimos! 

==

Construímos pensamentos comuns e exprimimos palavras parafraseadas embasadas na explanação do outro. A gente quer ser agradável, pelo menos, já que autêntico e verdadeiro, não dá.

==



Vivemos em torno de dois bilhões de segundos. Pouco? Muito? Perder um segundo com picuinhas e gente chata?

==

Esquecer, esquecer, não esqueci não, mas se não é pra ver nunca mais, vamos exercitar, uai.

==

domingo, 11 de setembro de 2016

Não dá para voltar e consertar  e talvez por isso viver é algo extraordinário. Chorar a própria dor, o remorso de fazer doer no outro e continuar prosseguindo, vibrando, errando, acertando, gozando e fazendo o outro gozar. 

==



Precisamos resistir à nossa tendência de nos preocuparmos com a opinião dos outros a nosso respeito. Sob o domínio do interesse alheio, permitimos que os fatos e as pessoas influenciem as nossas decisões. As considerações, que na felicidade predominam, vêm do nosso instinto e não dos outros. Danem-se eles!

==

Ficar encarcerado dentro de si o tempo inteiro? Às vezes devemos ligar nosso piloto-automático e sair para dar umas voltinhas.

==

Você sabe por que tudo dá na mesma, né?

sábado, 10 de setembro de 2016

Vivemos num mundo onde o prazer foi feito para se sentir no escuro. Quando aparece alguém que acha a vida um orgasmo e não quer ocultar isso, é chamado de louco.

==

Todo vento é a favor pra quem aprendeu viver ao sabor dele.

==

Gosto das pessoas que se rendem também ás coisas obscuras e você só sabe de evidências.

==

Perder-se nas aventuras da vida, percorrer labirintos e talvez até ser devorado pelo minotauro que vive por lá, mas estagnar em caminhos batidos sem latejar gozos e sofrimentos?

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Há quem reclama de ter sido usado e jogado fora, mas há ainda quem reclama de ter sido jogado fora sem ser usado; há o que reclama de ter sido usado e não mais descartado, há o que reclama...

Enquanto houver reclamações haverá possibilidades. O que não pode ter é conformismo.

==


Falo e escrevo muito do amor, mas sem disse-me-disse e papo furado, disserto, dissemino e disseco o amor.

Amor não é assunto de retórica.

==

Não é tortura não, é apenas um processo de maleabilidade. Aguente firme...
Até certo ponto, claro!

==

Cate os cacos e se refaça.

A cicatriz do remendo some com estragos novos.

==


quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Se do orgasmo advindo de uma fricção é tudo que você conhece dele, ainda não gozou como deve, neném.

==

Você pode estar vivenciado um sonho lindo de amor. Dê-se conta. Absorva isso. É mágico. É maravilhoso. É tudo que alguém quer viver. Não tome consciência disso depois.

==

Se já está em mim o que quero, por que vou longe buscar?

Porque a diversão da viagem é o que você realmente precisa.

==

Chegar ao velho lugar de sempre?

E daí, se faço um caminho novo toda vez que vou!

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Não amamos ninguém sem antes nos amarmos. Deve ser a mesma coisa em relação ao ódio.

==

E quando não se pode mais voltar, seguir for um suicídio e o agora for algo Insuportável?

Nesse momento é que percebemos porque há os que jazem insepultos, os que literalmente morrem e os que renascem para uma vida plena.

==

Sempre tem um sinal de alerta, mas sua convicção lhe deixa cego e surdo.

==

Amanhã ou depois diremos que bons tempos eram hoje, portanto...

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Não se sabe o porquê do fim, mas até se propuseram a continuarem por consideração e respeito, mas algo forte começou exigir o que não se podia mais oferecer.

Há momentos em que dizer adeus é um ato de amor.

==

Deus fez para o homem um mundo belo e maravilhoso, mas encanto e magia mesmo foi encontrado depois que criou um ser feminino cheio de docilidade, prazer, ternura e amor.

Deus fez o mundo; Deus fez o homem; Deus fez os animais, mas Deus, divino como é, resolveu exceder na bondade: fez a mulher!

==

Minta, se preciso for, para poupar um amigo de constrangimentos, enfatizar um caso engraçado, amenizar uma verdade pesada e doída e coisas assim, mas nunca, nunca mesmo finja amar alguém que está gostando de você, pois magoar alguém por puro capricho da conveniência é uma covardia muito grande.

==

Não existe dia ruim se a noite você chega em casa e tem alguém de braços abertos e com sorrisos esperando por você.


==

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

A gente não sabe chover e molhar as coisas de amores, mas somos especialistas em esbaldar na fonte pura e cristalina que nos convidou para o banho mágico.

Que tal perenizar a fonte?

==


Você anda morrendo com picada de cobras não venenosas. Não se deixe morrer por quem não mata nem barata.

==



Ponto G, claro, mas passeando de A a Z.

==

Podemos não admitir, mas ás vezes forçamos a barra, sim, para alguém gostar da gente. Praticamente puxamos pelo cabelo e dizemos: “ Me ame, porra, me ame, porra, não tá vendo que tenho o maior amor do mundo”.

==

domingo, 4 de setembro de 2016

Não que eu falte com a verdade ou que não seja sincero, mas para doces vaidades de doces mulheres... Doces mentiras.

==

Eu não mando em você, eu não tenho influência nenhuma nos seus sentimentos, eu apenas te seduzo e você, seduzida, se perde, me culpa e me acusa de muita coisa.

==



Se dê
Ceder
Amar

==

Muita pessoa abandonada impiedosamente por aí. Chorando calada, esperando seu abraço, sua solidariedade, mas morrendo de medo de seu amor. De novo? Ela pensa. De novo?

==

sábado, 3 de setembro de 2016

Perdi o medo de amar.
Vem sim, mulher!
Venci!

==

Já te olhei demais e só acredito no amor à primeira vista, por isso.

==

Sabemos onde pisamos e depois nos fazemos de vítimas.

==

Por que deixar chegar ao ponto de você ter que agir como gentalha?

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

O impossível não excita, o quase impossível, sim!

==

Há sentimentos que são assassinados várias vezes pela fragilidade, limitação e vaidade do ser humano, mas quando é amor, ressuscita também várias vezes, se perpetuando .

==


Por mais que seja claro, falado e divulgado e saibamos da lógica disso, por que não damos o primeiro passo?


==


Uma pessoa tem que ter caráter e não comportamento padrão.