terça-feira, 24 de maio de 2016

Tentando aqui, depois que ela se foi, me apegar a todos os defeitos dela, mas a filha da puta tem tanta qualidade que sobressai que o saldo demonstra que a desgranhenta era fantástica mesmo.

Sem consolo e paliativo, não dá pra tapear. Tô sofrendo com força, sô!

==

Quer ser (de) alguém na vida?

==

Ressentimentos de longas datas que ainda não foram expulsos, sentimentos que deixam o nosso estado interior suscetível de achar que tudo que não for como a gente imagina, como mais uma ofensa de alguém, aumentando assim o estoque do que faz a gente viver uma vida menos intensa.

Será mesmo que as pessoas tem o poder de fazer isso com a gente?


Se não nos amarmos o suficiente seremos sempre afetados por coisas que só ganham consistência pela falta de sensibilidade a até de inteligência de nossa parte.

==

É preciso de vez em quando saber visitar o lugar vazio e mudo que existe em nós. Por mais que tentemos fazer de conta que eles não existam, é claro o som do seu grito silencioso.