sábado, 24 de dezembro de 2016

A dor profunda do perder ainda fica aquém da delícia do amar. Chorar, se preciso for, mas terá valido à pena. Terá.

==

Quase sempre somos caçadores implacáveis que se fingem de presas indefesas.

==



Não se encontraram, embora seguissem pelo mesmo caminho que vislumbrava luz e paz, mas houve atalhos escurinhos e tentadores que desviou um deles, por isso.

==

É que no momento que ela o conheceu estava tão judiada e carente que eu acho que ela namoraria até com um orangotango se ela soubesse qual era o macho, mas ele achou que era a última bolacha do pacote, foi isso. E acabou sendo pior de que um orangotango pra ela.


Enfim, todos aprenderam. Ela, não ceder mais num momento de vulnerabilidade e ele, agora de ser o diferencial e não um aproveitador da fragilidade de alguém.